Diga aos Mórmons que EU os amo

Atualizado: 10 de jul.

Como surgiu o livro “Diga aos Mórmons que EU os amo”?


Após muitas reuniões com os missionários de “A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias”, eu tinha lido vários livros mórmons, dentre eles:

- O livro de Mórmon, Doutrina e Convênios, A Pérola de Grande Valor, Nosso Legado, Princípios do Evangelho e outros. Porém, quando visitei o Instituto (que é um local onde os Mórmons se reúnem para fazer estudos de suas escrituras), eu ganhei um livro chamado “A História da Igreja na Plenitude dos Tempos”, e ali, constava a informação de que Joseph Smith (fundador do Mormonismo) tinha sido maçom.

Guardei aquela informação comigo e a vida prosseguiu. Eu já não fazia mais reunião com os missionários e evitava falar no assunto, porque tinha ficado saturada (por muita leitura e estudo profundo), acabei cansando de ler sobre isso.

Uma irmã veio me perguntar a respeito de Mormonismo e naquela época eu não queria mais conversar sobre Mormonismo e perguntei se ela queria meu material (todos os livros que eu tinha ganhado dos mórmons). Ela aceitou. Depois que eu entreguei a ela uma sacola cheia, eu disse: - Leia, tire suas conclusões, depois que você ler, não precisa me devolver nenhum livro. Faça o que quiser com esse material. Se quiser dar para alguém, doar, descartar, enfim...

Passaram-se cinco anos desde que eu tinha dado a essa irmã a sacola com os livros, e eu estava visitando a casa de outra amiga. Estávamos na sala conversando um assunto qualquer e a mãe dela que estava na cozinha, do nada, veio até a sala e me perguntou: - Rosaine, você sabe no que acreditam aqueles rapazes de uniforme que andam em dupla na rua, os mórmons?

Saber eu até sabia, mas eu não queria conversar mais sobre Mormonismo. Eu expliquei para ela resumidamente e enquanto eu explicava, minha amiga (que estava deitada no sofá), se sentou e apontou o dedo na minha direção dizendo: - Você vai escrever um livro sobre isso.

Eu falei: - Não vou! Eu nem tenho mais o material todo, entreguei há cinco anos para uma irmã que é minha conhecida e ela nem deve ter mais.

Minha amiga disse: - Essa mulher ainda tem esse material, porque ELE É TEU! Você vai ligar para ela, ela ainda tem esse material e você VAI ESCREVER ESSE LIVRO! Deus guardou esse material na casa dela.

Eu respondi: - Tá bom... SE – apenas SE – todos os livros estiverem na casa dela depois de cinco anos, então eu escreverei.

Mas quando eu disse aquilo, eu senti temor de DEUS, algo solene. Fui para casa e no caminho orei em pensamento: - SENHOR, vou ligar na casa dessa irmã, e se ela ainda estiver com todos aqueles livros depois de cinco anos, eu vou escrever esse livro, mas ela tem que estar com TODOS. Se ela tiver doado algum ou jogado fora, eu NÃO VOU ESCREVER.

Quando cheguei em casa, telefonei para a irmã e para minha surpresa ela tinha guardado todos os livros. Perguntou se eu queria tomar café com ela e ela me devolveria “meu material”. Concordei.

No dia seguinte, fui na casa dela buscar os livros, mas eu estava incrédula de que todos estariam lá. Eu estava interiormente esperando que ela tivesse doado algum, descartado algum... Porque eu tinha orado dizendo que “Somente se TODOS os livros estivessem na sacola, eu escreveria”. Em meu interior eu não queria aquela responsabilidade.

Quando ela me deu a sacola, eu notei que TODOS os livros estavam ali... Eu perguntei: - Irmã, porque você não jogou nenhum fora ou não doou?

Ela disse que tinha guardado em sua churrasqueira e “esqueceu completamente” que eles estavam ali. Cheguei em casa sentindo muito temor de DEUS, porque percebi que era ELE quem estava direcionando a escrita.

Coloquei a sacola com todos os livros em cima de minha cama, dobrei os joelhos e orei: - “Senhor, eu vou escrever esse livro”.

Imediatamente ouvi o SENHOR dizer: “Diga aos Mórmons que EU os amo”.

Eu disse: SENHOR... Vou dizer... E essa TUA frase, será o título do livro. Por isso o pronome “EU” está com todas as letras maiúsculas no livro, porque é uma frase que o próprio DEUS me falou.

E durante um período de oração onde eu perguntei ao SENHOR qual seria o assunto que ELE gostaria que eu abordasse, ELE me fez lembrar o envolvimento do fundador do Mormonismo com a Maçonaria, e então, a partir dali, toda a escrita foi se desenvolvendo.

DEUS, em SUA infinita misericórdia e amor, respeitou o fato de eu estar cansada e saturada do assunto. ELE sabia que se o material ficasse comigo, eu jogaria fora. Então ELE usou a Irmã para preservar esse material por CINCO ANOS... Em Sua Onisciência, sabendo que no futuro, ELE poderia falar através do livro “Diga aos Mórmons que EU os amo”... O DEUS Amoroso... Esperou por cinco anos pacientemente pela minha mente estar descansada.


Livro editado | arquivo pessoal Rosaine

Nisso, eu aprendi que DEUS respeita nossos limites, mas quando é tempo de marchar: É TEMPO DE MARCHAR e não podemos dar desculpas ou fazer como Jonas e fugir. Há dores que nos conferem autoridade. Cada um de nós já enfrentou dores e em cada área de dor, há uma autoridade sobre sua vida. Só você pode falar sobre suas dores, porque você as viveu e sentiu. Você tem autoridade de "viver", não apenas de "ouvir falar". Aquilo que é para você fazer, é para VOCÊ FAZER, e você é responsável perante DEUS pelos talentos que ELE confiou a você. Só você fará do jeito que tem que ser feito.


Rosaine | Lançamento

DEUS ama aos Mórmons, por isso ELE os está corrigindo em amor e deseja que todos se arrependam e venham ao conhecimento do verdadeiro JESUS CRISTO.

Não um Jesus que foi um homem exaltado, que praticou poligamia, que ganhou o “cargo” de “deus”... Mas o DEUS VIVO, o Salvador da Humanidade. Não o Jesus que “competiu” com o diabo para ser nosso salvador, mas o JESUS CRISTO que nunca competiria com uma criatura.


autografar
Rosaine | autografando no lançamento na feira

A leitura do livro “Diga aos Mórmons que EU os amo” é confrontadora e busca analisar de modo claro, à luz da Bíblia Sagrada, as mentiras contadas por Joseph Smith. Se ele tinha a “plenitude” do evangelho, o que ele foi buscar na Maçonaria? A Plenitude não era “plena”? Que DEUS abençoe a todos com a leitura do livro “Diga aos Mórmons que EU os amo”.



Você pode fazer o download gratuito do livro "Diga aos mórmons que EU os amo", logo abaixo:




O livro "Diga aos Mórmons que EU os amo" foi lançado dia 07 de Setembro de 2010, na Expocristã em São Paulo. Faça o download acima ou solicite uma copia gratuita em PDF me escrevendo: rosainescruff@gmail.com

Site da Sandra Tanner: http://www.utlm.org

Artigos em Português - Acesse a pagina (http://www.utlm.org/navonlineresource...) e vá ate "Foreign Language Resources - PDF Portuguese Translations" e escolha o artigo para ler.


* ATENÇÃO: Esse video foi postado originalmente em 2016 / 2017, no canal "A Voz Mansa e Suave". Musica usada no final do video: Restoration (Restauração) David Brymer: https://www.youtube.com/watch?v=yBhqr...

Elder excomungado por dizer que JESUS e suficiente: https://www.youtube.com/watch?v=iA0Tk...

Testemunho de ex-bispo Mormon - lee Baker: https://www.youtube.com/watch?v=oh5pj... Ex professora da BYU testemunho: https://www.youtube.com/watch?v=UQ0yo...

28 visualizações1 comentário